Lia-Chan











{April 10, 2016}   Postagem semanal – Semana de 10/04/2016 a 16/04/2016
Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Dessa vez, sem desabafo, sem eu estar puta, tudo bem???
 
Primeiro um pequeno esclarecimento…. Alguns leitores do blog andaram pedindo hentais com personagens mais adultos, muito bem, alem de eu pesquisar na net e fazer alguns pedidos por ai, recebi uma boa coleção de hentais, traps, crossdresser e shemale, são mais de 100, então durante esse mês de abril, alem dos tradicionais hentais com traços orientais, vocês verão alguns mangas no estilo ocidental, com leitura da esquerda para a direita, esperem que gostem da primeira leva que vou postar….
 
Agora, amigas travestis, me perdoem se o texto que vou falar vai ofender alguma, mas o tema foi discutido essa semana numa reunião de amigos e resolvi colocar aqui para ter a opinião de todos sobre o que vou falar….
 
Muito bem, vamos começar…
 
Estávamos on line numa bom bate papo essa semana, quando uma amiga comentou sobre algumas reportagens sobre travestis assassinados. Não crimes do tipo, ataque a pontos de programa, crimes de ódio ( apesar do que eu vou falar, pra mim, não deixa de ser um crime de ódio ), Mas o que pegou, foi reportagens que falavam de travestis assassinada porque saíram com alguém e na hora que descobriram que era um travesti, houve o ataque e a morte.
 
Sabe, depois de um pouco de discussão sobre o assunto, percebemos que às vezes o travesti tem um pouco de culpa, não de ser morto, mas sim da confusão gerada. Alguns travestis, pela perfeição que atingem na sua feminilização, passam com uma certa facilidade por uma mulher cys. E por parte de um certo orgulho, pensamento, não sei dizer, ou por se sentirem mulher, não falam que são Travestis ou Trans…. Não digo que mentem, mas omitem, ou, não falam porque não foi tocado no assunto.
 
Numa balada, depois de umas vodkas com energético, o que vale é pegar alguém. Mas, não se vai na balada sozinho, normalmente se vai em turma, de amigos, colegas essas coisas…. e, ninguém vai meter a mão no meio das pernas da garota pra ver se tem ou não o pacote ( Crocodilo Dundee ), principalmente se não se esta numa balada GLS, e hoje, já não tem mais musica lenta, pra dançar agarradinho e sentir o volume ( Vide Ally Mcbeal).
 
È claro, que o cara, na balada vai contar vantagem, que pegou, que fez e desfez, mas com certeza, não vai falar, aquele trans que eu peguei. Falando a verdade. Até quem curte travesti, não negue que já foi zoar em ponto com a galera, nem falo que depois voltou sozinho para um programa. Mas, quando se esta em grupo, tenta se seguir o pensamento da Maioria e, de verdade, não se faz um grupo de adoradores de travestis e, se fazem se direciona-se a baladas GLS.
 
A trans, não esta mais interessada no grupo GLS, afinal ela é “MULHER”, então tem o direito ( e eu concordo ) de não ser segregada, podendo ir onde quiser. Frequentar lugares onde Heteros vão. Alem disso, muitas são mais discretas do que muitas mulheres. Já ouvi de amigas trans, que elas só namoram heteros, algumas param e começam a segregar GLS. Não sei se é auto afirmação, defesa ou falta de inteligência mesmo. Chegam a afastar os amigos Gays que a apoiaram na sua transição. E antes que alguém fale, também já ouvi de Gays ou homens que curtem travestis, que não saem com trans, porque se quiserem mulher, vão atrás de mulher e que muitas trans ficam mais frescas que outra coisa…
 
O que estou falando aqui, não é provocar ninguém, nem falar que elas estão erradas, errados são esses que partem para a violência por nada. Sei, vão me falar que isso não é nada é coisa séria, ser enganado, que cresce a raiva e que não se controla.  Que vão tirar sarro, que vai ser a chacota da turma, essas coisas. Acho que avisar, antes do primeiro beijo não custa nada, se o cara quer vai em frente, se não, curta a balada, o que não falta é homem querendo uma travesti ou uma trans e, com certeza, não vai te matar ao ver que o seu é maior que o dele….
 
Em tempo, para quem não entendeu as minhas citações de filmes.
 
Crocodilo Dundee, acho que foi no 2, o personagem vai num bar na cidade e ali, uma travesti se engraça com ele, e ele com ela, porem é alertado sobre isso, afinal ela era parecida com mulher. Na sequencia, ele vai a uma festa e ao ser apresentado a uma mulher “feia” e masculinizada, para evitar qualquer problema ele enfia a mão no meio das pernas da mulher pra saber se era mulher mesmo.
 
Ally McBeal, foi um seriado e num dos episódios uma transexual começou a namorar com um advogado da firma da Ally, mas não falou nada, depois de aconselharem a ela a contar, ela fez isso de uma forma diferente, dançando com o advogado ela insinua e pra ele entender, puxa  ele contra seu corpo, pra ele sentir seu “ dote “.
Beijos enormes…..e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

et cetera
%d bloggers like this: