Lia-Chan











Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vão vocês ???
 
O velho comercial da Valisere de 1987, criando por Washington Oliveto da W/Brasil, foi um marco da publicidade Brasileira, sei disso e até das datas porque na minha época de faculdade, eu fiz comunicações sociais, esse comercial é citado, por alguns como uma divisor de águas.  “ O primeiro Soutian a gente nunca esquece “.  Tudo que é a primeira vez, o primeiro ou a primeira de alguma coisa.
 
O Clodovil Hernandes, nessa mesma época falou “ se eu fosse você, eu usava valisere “, acho que eu segui o que ele disse, eu tive meu valisere. Eu sei que, assim como a garota do primeiro soutian, eu fiquei sem jeito quando vesti o meu primeiro, nem peitos tinha ( ainda não tenho ), medo de sair na rua e que olhassem, mas diferente dela, eu não estava de camisa transparente de escola, então era mais difícil de se perceber….
 
Não vou aqui, perguntar para vocês, qual foi a primeira vez, o que você não esquece, acho que uma vez já perguntei e poucos responderam, acho que é muito pessoal, para muitos compartilharem.
 
Mas queria que vocês parassem e pensassem, nessa primeira vez que te marcou tanto que não dá para esquecer… As sensações, o que sentiu e tente trazer para o agora….
 
Sei que alguns vão falar dor, tá dói mesmo, mas estou falando de coisas boas…
 
Até mesmo o medo e a dor, serviram pra alguma coisa, perdeu-se o medo, porque viu que não era tão difícil, não fez mais, porque aprendeu que sentir dor não é prazer ( salvo para os masoquistas é claro )
 
Vamos lá gente, pense…
 
O primeiro dia de aula….
 
O primeiro baile….
 
O primeiro beijo…
 
A primeira passada de mão ( dada ou recebida )
 
A musica que estava tocando quando você teve seu primeiro orgasmo de verdade (Barry White – just the way you are )
 
A primeira vez que você ouviu falar que comparavam o “ Bolero de Ravel a um orgasmo Feminino;
 
A primeira vez que você viu um pornô;
 
O primeiro tapa que levou;
 
A primeira vez que chorou por amor;
 
Tudo é uma primeira vez;
 
A primeira vez que você veio no meu Blog,
 
Vivemos de primeiras vezes, mas não de ultimas. Tudo pode ser a primeira vez e todas as primeiras vezes podemos guardar. Não importa se o momento foi bom ou ruim
 
E as vezes eu me pergunto, porque temos tanta fascinação pela primeira vez???
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como estão??
 
Sabem, me pediram pra eu tentar falar sério ao menos uma vez, nesses editoriais, Piada NE??? Tudo o que eu falo é sério, apenas coloco um pouco de humor nas coisas, e tudo o que tento falar aqui, acho que é de interesse, mesmo quando conto coisas da minha vida.
 
Mas, se é seriedade que querem, ai vai, como falam o freguês é quem manda.
Então o tema que escolhi essa semana foi:
 
“ É MUITO MAIS FACIL SER GAY QUE TRANSEXUAL, TRAVESTI, CROSSDRESSER “
 
Muito bem, façamos uma pergunta simples aqui, o que se precisa para ser gay??? A resposta, primeira que vem na cabeça é “ GOSTAR DE HOMEM “, e isso não importa se é gay, passivo, ativo, flex, basta gostar de homem que tá bom.
Precisa de mais alguma coisa??? Não, mais nada, acaba por ai, pode-se tentar criar fantasias românticas essas coisas, mas não tem mais nada alem do requisito básico. Gostar de homens.
 
E para o resto??? Bem, ai a coisa complica e complica muito.
 
Primeiro, vamos começar pelo mais simples de todos, o crossdresser. Para se dar os primeiros passos, a primeira coisa que se precisa são roupas. Você não precisa ser, bonito, feio, novo, velho, tem roupas, vestiu, pronto, você pode dizer que é um crossdresser.
 
O Crossdresser, em alguns dicionários da língua inglesa, principalmente é definido como “ Um individuo que se veste com roupas do sexo oposto para a obtenção de pazer sexual “, ou seja, em teoria, se você se homem, se veste de mulher, ou você mulher se veste de homem, pode se considerar crossdresser e acabou.
 
Daí, outros passos são dados, e invade os outros tipos, Travestis e Transexuais.
 
O segundo ( atenção, o que coloco aqui, é a visão simplistica dos termos, o que popularmente achamos, não levando para nenhum estudo psicológico) é o travesti, que comumente ( certo ou errado ) associamos a prostituição. Um gay, independência de sua tendência, ativa ou passiva ( normalmente ambas ), que vai para a prostituição, e para tal, transforma seu corpo dando uma aparência feminina. Muitos começam como cd´s ou tem tendências femininas, outros, assumem-se como transexuais e que o travestismo seria um passo intermediário nessa transição, e também, uma forma de ganhar dinheiro para cirurgias de adequação sexual. O que se precisa para ser travesti, na minha opinião,  coragem, muita coragem. Já começa que são marginalizados, vivem a margem da sociedade, taxados de prostitutas, sem oportunidades concretas (???) correndo riscos de vida, sonhando com fortuna na europa e as vezes ganhando 30 reais por um programa com um desconhecido, em qualquer rua escura. Se isso, não é ter coragem, não sei o que é…
 
E chegamos ao terceiro nível, o Transexual, Beldades, operadas ou não, muitas se prostituindo, em fase transitória, o politicamente correto. Tendo como musas, Roberta Close, Léa T, Laverne Cox, e outras tantas que em uma simples busca no Google aparecem…. O que se precisa para isso, Dinheiro, muito Dinheiro. As transexuais não irão apostar na tia velha para uma aplicação de silicone, os tratamentos hormonais serão acompanhados por endocrinologistas, não do SUS ( Em nenhum momento estou dizendo que os tratamentos do SUS não é feito de uma forma correta, acontece que enquanto os médicos do SUS, são obrigados a acompanhar 30/40 pacientes dias os particulares atende 10 e são melhores remunerados),  Tratamentos psicológicos, que irão dar o suporte tanto a ela como a família na trasição. As roupas, serão as de grife, afinal são tão ou mais mulheres que as próprias, o que querem??? Na realidade, a maioria diz que adequar seu corpo a sua psique ( Nasceram em corpos errados ) Disforia de Genero, fácil de se pesquisar na net sobre o tema, que vem desde o inicio do século passado.
 
Os transexuais não se prostituem??? Alguns se perguntaram, já que leem tanta coisa nas paginas policiais. Muitos sim, eles tem que viver e, como disse lá em cima, para muitos trans é a única forma de passarem nessa transição. Você não lê noticias do tipo, transexual morta em ponto de prostituição, lerá TRAVESTI morta em ponto de prostituição. Você não lerá, Travesti abre semana de moda, ai lerá Transexual abre semana de moda. Parece que até mesmo entre os “Ts” existente, é criada uma barreira preconceituosa.
 
Ai, alguém aqui, vai até me dizer, procure no Google e verá que tem travestis na política, Juizas, professores, Delegadas, etc, sim, tem, não falo que não existe, mas quem está em evidencia??? É a professora da universidade do ceará ou a LEA T, que vai passar um padrão de transexual modelo de passarela??? Ai está a diferença, ao meu ver deveria existir pessoas e não classificações. Mas elas existem…. Se você está em evidencia, você é transex, se não, você é travesti. Patrica Araujo, Linda Travesti, atriz de filmes pornôs, mas na wikipidia é modelo e transexual Brasileira. “Uai ( bem mineiro agora ) Num é mesma cosa “ !!!
 
Então, finalizando, volto a afirmar, é muito mais fácil você ser gay, não concordam??? 
 
Falei sério dessa vez, como queriam ???
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
E ai gente como vão???
 
Pode não parecer, mas eu escuto muito o que me falam, apesar de ter minha opinião formada, sobre muitos assunto, escuto o que me dizem e vou atrás do que não sei, para montar minha opinião. Em algum editorial passado, comentei em resposta, que não iria falar sobre swing, porque desconhecia o assunto, o que é verdade.
 
Essa semana, me acharam no zap, uma amigo, de muitos anos atrás, e papo vai, papo vem, me falou que foi conhecer uma casa de swing. Bem, pra começar, ele falou que chamou umas amigas “ meio porras loucas” que topam qualquer putaria, para irem com eles. Pelo que ele me explicou, casal pagava menos que desacompanhados, e existia sei lá, uma regra sobre homens sozinhos, que não entendi direito a explicação dele.
 
Pelo que ele falou a putaria não rola tão solta, quanto é dito, não é porque você quer comer a mulher do outro cara, que é só chegar junto e tudo bem, existem regras a serem seguidas, elas podem dizer não, ou seja, é mais propaganda enganosa do que outra coisa. O que se pinta não é bem daquela cor….
 
Feita essa introdução, vamos falar de ciúmes e sentimento de posse. Para muitos, ciúmes é falta de confiança, para outros não. Tá, muitos aqui, sonham em transar com um casal, desde que o casal seja outro, e não ele, Ele quer que dividam com ele, mas não aceita dividir. Sim, tem muitas pessoas que não pensam assim, existem casamentos abertos, onde cada um pega quem quiser pegar. Existem caras que se excitam até vendo alguém transando com a mulher deles, mas um contexto mais aceitável é que a terceira pessoa seja uma mulher. Ah, a fantasia rola solta, mas principalmente, não há penetração, não há um homem ali que, possa a ser melhor que você, mais bem dotado, com uma ejaculação mais demorada, essas coisas. Não há ciúmes??? Talvez até exista, mas em uma graduação mais baixam é bem mais provável que o ciúmes seja acarretado por um igual ou pela falta de confiança em si ( Sei que alguns vão falar, eu me garanto )
 
Uma pergunta fica no ar, se vivemos em um mundo tão sexualizado, como muitos falam, porque não aceitamos a maioria das coisas??? Porque nosso pensamento se torna arcaico, quando envolve nossa namorada, noiva, esposa, companheira e até amante ??? Acho que ai, entra o sentimento de posse. O que é meu é meu e não divido com ninguém.Não tem aquela de “ Agua no feijão que chegou mais um “ ou “ onde come um, como dois ou três “, mas isso ocorre só de um  lado, o lado que você está como “ fornecedor do alimento” ao contrário, quando você passa a ser o “convidado para jantar” seus pudores acabam e você acha a coisa mais normal do mundo. Estou errado ???
 
Parece que existe um interruptor de liga e desliga, nosso senso de moralidade, ligado quando nos interessa e desligado quando não, ou dependendo do ponto de vista o inverso. Gosto de falar, as vezes que, tudo depende do prisma ( Cada um vê as cores que lhe interessam ).
 
O homem, tem um pensamento Preto, Branco, e as vezes cinza, raros os que enxergam colorido, e se forem honestos com vocês mesmos, saberão que estou dizendo a verdade.
 
Por mais verdadeira que seja a vontade, só o simples pensamento que alguém pode descobrir, acaba nublando a visão. AH, já pensou aparecer em casos de família, programa João Cleber, Silvia Popovic ( juro essa eu desenterrei ) pedindo pensão porque a mulher engravidou do parceiro de manage a trois ??? ( Juro que eu vi um caso assim num desses programas quando eu era adolescente ). Bem o pensamento geral é “ CORNO “. 
 
Ah, pura verdade, não queremos ser cornos, não admitimos isso, mas queremos colocar chifres. Para a maioria, podemos trair, mas jamais seremos traídos. O manage, o swing, o casamento aberto, para quem pratica não é considerado uma traição, tendo em vista o consentimento mutuo ( não vão sentir dores na testa, será???) Tenho uma amiga cd, casada, com mulher, que dá mais que “xuxu na serra”, nossa, to tirando do baú uns termos ( esclarecimento, recebi uma matéria sobre  palavrôes, ditados e termos afins, regionais – Já tinha lido o dicionário do Mario Souto Maior, acho que era esse o autor), mas para ela, ela não estava traindo a esposa, porque ela saia com homens. Esse era o prisma que ela via…..
 
Bem, muita coisas para vocês pensarem por hoje…
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vocês estão???
 
Dessa vez eu queria começar diferente, quero agradecer as pessoas abaixo, que identifico pelos Nick names deles no ex-hentai:
 
Gasai Yuno444, NatsuSenpai666, Sousaelo, Carb21, Alexcamus, Lyasthyer2, Erikanderson, Saudavel, Orfeu11, Gin Wolstein,
 
Graças a eles, acho que tenho hoje em torno de 400 traduções postadas lá, e o melhor, me identificando como tradutora. Não sei, se eles ganham alguma coisa com isso, mas, da minha parte, eles podem ter certeza que tem meu carinho e meu muito obrigado.
 
Também, queria, mais uma vez, dizer que fiquei puta essa semana, por quê??? Simples, a memória não está mais ajudando, e nem a relação em ordem alfabética que fiz. Acabei traduzindo 3 mangas, novamente, e só percebi no final, ai é uma correria só, procurar outro e sair das minhas metas. Também, deixo aqui uns pequenos alertas. Alguns mangas,  que estarei postando é aquela merda de postarem por partes, estou segurando Looking for a job, de postar, apesar de muitos me pedirem por isso, parece que soltam uma pagina por mês, Mai Otome, The Cadet, Trap Comics, esta igual, esses últimos fiz a merda de postar o que estava lá traduzido, e agora, é ir completando… Então, aos meus amigos que me avisam, alertam, eu agradeço, mas to aprendendo…e de todos, se alguém me ajudar a achar mais páginas do TRAP Comics eu agradeço….
Não me cobrem, por favor, eu aparecer no skype, Face e Zap, to sem cabeça mesmo, e seria uma pessima companhia, no momento. Ok?
 
Num dos meus Edits, comentaram assim, mais um para se pensar, acho que é um mal meu, todos são incógnitas para se pensarem, tanto que paguei a língua essa semana. Um amigo perguntou qual atriz pornostar era minha “musa” ,“idiola”, sei lá. Falei que não tinha porque não assistia pornôs, o que é verdade, recebo alguns links, que agradeço e, bato o olho, mas realmente não me excita e nem fico aprendendo o que devo fazer. Mas, essa semana paguei minha língua, recebi um link de uns desses sites de pornôs amadores, coisas de zaps, etc…., como falei, sempre que recebo um link, vou dar uma olhadinha e descobri que, muitos ali, de amadores, só o nome, mas realmente chama a atenção os títulos chamativos dos clips ali postados. Dá, reservei um tempinho e fui fuçando, tem de tudo, classificado, organizado e muita propaganda. Também, muito chupim, o que esta em um está no outro, sem  nunca sabermos onde ele foi originalmente postados. Salvos aqueles que deixam claro que estão hospedados no x-videos ( isso não é propaganda, não ganho nada deles e nem estou divulgando o site, vocês devem conhece-lo até melhor que eu ) e, não tive a curiosidade de ir nele, ainda não.
 
Mas, porque estou falando isso??? Simples, porque a mãe de uma amiga, me acessou, querendo saber a minha opinião sobre um tema que foi abordado na faculdade dela. “ Qual a influencia dos pornôs nos adolescentes “. Bem, o que vou tentar resumir aqui, foi o que falei pra ela, e é o meu pensamento. Tirando as Punhetas dos adolescentes, vai muito de cada educação familiar que é passada. Não adianta esconder-se sobre um fachada de santa, na frente dos pais, e se deixar ser filmada e postada na net depois. Alem do que, hoje virou moda, falar que não sabia, e que foi postado para difamar, abrir processos, essas coisas. Tudo influencia, vemos pelo funk, quantos vídeos no youtube de meninas de 8/10/12 anos, dançando ( Ou imitando as funkeiras ) se daí, elas vão para um baile funk e vão transar, não sei, mas essa é a ideia principal que se passa. Que todos pensam.
 
Estava pensando e comparando isso com a calcinha asa delta e a fio dental. Na época da lambada, calcinha asa delta fez sucesso, com as bailarinas, e depois veio a fio dental, mas todo esse sucesso veio de onde??? Da propaganda e divulgação e, porque não dizer, de pessoas que querem ficar na moda. Não existe mais o termo moda intima, por quê??? Porque não é mais intimo é moda divulgada.
Desviei o assunto??? Não, apenas dei exemplos, o pornô tem influencia assim como todas as coisas, se em plena novela das 8, mostrassem, transas gays, porque lesbicas já mostram, com o tempo isso seria normal. Mas não podemos comparar um filme pornô com uma novela, é proibido. È um proibido que todos sabem e todos tem livre acesso. Somos o pais do NÂO.
– Não podemos falar sobre drogas porque influenciará as crianças
– Não podemos falar de Sexo Gay, porque influenciará as crianças
– Não podemos falar de pornografia, porque influenciará as crianças.
Acho que somos um País influenciável demais, ou não temos discernimento , para saber o que podemos ou não fazer.
 
Fico imaginando, esses programas sensacionalistas, não poderiam falar que menos roubou e matou, porque influenciaria as nossas crianças.
Ou seja, o que se pode falar que influencia ou não as crianças ???
 
Crianças, essa é a nossa desculpa, não assumimos o que somos e gostamos usando elas como desculpa. O Pai, que é gay, não sai do casamento falido, para ir morar com um outro homem, para não influenciar seus filhos. A mãe que lésbica, já assume mais fácil, dizendo que terá a estabilidade de um lar matriarcal, de muito amor, Desculpas arranjadas, desculpas dadas que, de alguma forma acaba se tornando “ verdades “.
 
Gente, chegamos ao ponto de vermos propaganda de remédio para corrimento na televisão em horário nobre, de tratamento de impotência sexual. Propaganda do dia dos namorados com duas garotas, e achamos normal., ( Por favor não levem isso como preconceito, que acho que está errado ) O que acho que está errado é que tratamos as coisas com olhos diferentes, escolhemos ( ou escolhem por nós ) o que podemos tratar ou não nas nossas conversas. Juro, quem leu ou Assistiu “ V de Vendeta “, vai se lembrar do olho, o personagem que fazia da mídia a sua arma.
 
Estamos vivendo isso hoje, nos meios políticos. TODOS NÒS, desde a época de nossos avós, sabíamos que existia corrupção, troca de influencia, roubo, etc..etc…etc… Falávamos isso em conversas e bar, festa de aniversário de família, casamentos, batizados, mas precisou a mídia divulgar para que ??? “ COMOÇÃO GERAL “, chegamos a arrancar cabelos do braço em sinal de repudia ao que estamos passando.
 
È a influencia dos filmes pornôs na adolescência, pra mim é menos prejudicial que a influencia que sofremos diariamente…
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vocês passaram a semana ???
 
È pessoal, meus editoriais estão curtos esse mês, e vou fechar o mês com um curtinho também.
 
Tava difícil de escolher o tema, pensei em falar sobre um email que recebi, mas desisti, alem, de eu mesma ter achado um pouco fantasioso demais, o que estava escrito, talvez não seria interessante o assunto.
 
Ai peguei uma deixa, desse email,  e acho que achei o tema. Medo !!!!
 
È se o meu blog é sobre traps, onde o medo se encaixa ???
 
Por mais que se fantasie sobre traps, sair dessa pra real, é algo que dá medo. Já ouvi de alguns sobre a vontade de feminilizarem alguém, bem como, de que querem alguém experiente.
 
Sabe aquela coisa que lemos em mangas… “ Você vai ter que se responsabilizar “ é esse o principal medo que existe, feminilizar alguém e ser responsável por isso. Qual o grau da cabeça da outra pessoa com relação a isso, o que vai acontecer.
 
Normalmente, não se quer assumir nenhum compromisso, querem apenas sexo, prazer, mas e do outro lado, as mudanças que irão acontecer, podem ser muito visíveis e radicais e podemos ser julgados por isso.
 
Se você pega alguém experiente nisso, o que acontecer aconteceu, afinal ele já era assim, mas você mudar alguém, eu mudarem por você, o peso é um pouco maior.
 
Então, é normal ter medo, de ambos os lados.
 
Quando de busca alguém com características femininas, também, para muitos, é uma negação e medo de ser considerado gay, mas se a pessoa é feminina, se traveste, parece que nosso cérebro, dá uma relaxada, com relação a esse medo.
 
Já fui crucificada, muitas vezes, por falar que alguns caras procuram travestis para serem passivos, porque não tem coragem de saírem com homens com aparência masculinas, afinal, a aparência feminina é uma desculpa para o que estão fazendo. Muitos me falam, não curto barba, pelos, músculos, mas a aparência feminina me atrai.
 
O medo, por um lado é bom, faz com que tenhamos um pouco de discernimento e não ultrapassemos os nossos limites. Está certo que antes temos de saber quais são nossos limites e porque não queremos ultrapassa-los. Acontece de as vezes irmos um pouco mais alem, porem, esse é o nisso limite de segurança, alem disso, não iremos, sabemos disso.
 
Mas, por outro lado, o medo é ruim, já que nos trava, impede de aproveitar o momento ou, nos limita a poucas coisas. Quando eu era criança, falaram que medo era desconhecimento, alguns medos sim, são, já que estamos falando de sentimentos, não é um medo palpável, como medo de ser assaltado, mas se sai na rua. Medo de altura, mas se sobre até o 20 andar de um edifício, bastando para isso, não ir na janela e olhar pra baixo. Dizer que não tenho medo é mentira, tenho fobias e traumas, que são os piores medos que existem. Tento controla-los e o melhor caminho que descobri pra isso foi aceita-los e descobrir como conviver com esses medos…
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vocês passaram a semana ???
 
Saudades, é estou saudosistas essa semana, ou estou pra morrer, estou me lembrando de coisas da minha infancia direto e, como dizem que quando estamos pra morrer a vida passa na frente dos seus olhos, talvez seja isso. Tá, falando sério, estou me lembrando de alguns momentos importantes da minha vida, as merdas que fiz, principalmente e por não saber tanto das coisas, acabei não aproveitando muito.
 
Me lembrei do garoto que foi o mais carinhoso comigo, o nome Marcio, serio, éramos amigos de escola, estudávamos juntos, ele queria me comer, claro, e é lógico que eu queria dar pra ele, mas o principal, diferente dos outros, é que ele sabia me abraçar, me encoxar e me deixar com vontade, o que estragou??? È que uma vez ele queria que eu desse pro irmão dele e pra um outro amigo, estávamos na casa dele, e realmente, nunca curti a mais de um, acho que desde pequena, fui garota de um cara só…. até tentei, mas não rolou….
 
Tinha os garotos da rua, da vila pra quem eu dava, não eram muitos, acho, e tinham os que sabiam mas, eram heteros convictos e juro, tinha um pra quem eu queria dar, e ele não me comeu.
 
Cresci, comecei a trabalhar, fui ativa, mas com mulheres, com homens nunca curti, e conheci o mundo gay. Era diferente das brincadeiras de infância. Tinha os points, eu as vezes aparecia lá, mas não onde havia muita pegação, ouvia-se historias de roubos, essas coisas, e dava muito, muito medo. Fiz algumas amizades, e essas amizades me ensinaram tantas coisas. Acho que meu primeiro caso sério, foi com o Eros, primo do Carlinhos, que era uma lésbica, bem metida a macho mesmo, ele foi o primeiro que me levou pra um hotel, acho que transavamos umas 3 a 4 vezes por semana, mas sai do emprego, fui trabalhar longe, e não cruzamos mais.
 
Mas o mundo era outro, eu era outra….
 
È um pouco de arrependimento que tenho, pelo mundo ser outro, acho que se na época as coisas fossem como hoje, ou eu fosse hoje, como era na época, seria mais feliz, não teria tanto arrependimento das coisa que deixei passar.
 
Talvez, eu falar aqui um pouco do que passei, sem muitos detalhes é claro, pra mim, vai me ajudar a focar um pouco ho hoje e, parar de pensar no que aconteceu.
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vocês passaram a semana ???
 
Acho que vocês já devem estar cansados de lerem eu perguntar como foi a semana de vocês, afinal ninguém responde… Mas, não por isso, vou continuar perguntando….
 
Bem, essa semana que passou, foi uma semana de reflexão, e sabem o que eu ponderei??? Acho que vou virar lesbica…
 
Sim, estou falando sério, estava vendo que as vantagens são muito maiores do que se pode imaginar…
 
Se você olhar para a televisão, jornais, revistas, ser lesbica virou “status”. È tal cantora, que está com tal cantora, é tal jornalista que agora separou e assumiu o romance, é filmes com garotas falando que gostam de garotas e está tudo bem, ninguém se escandaliza, agora, vai um cara falar que Gay… Meu deus, nunca imaginava ou, já desconfiava. Como sempre eu pensei e já falei aqui, é muito mais fácil aceitar uma filha lesbica que um filho gay.
 
Já escrevi aqui, que na infância, nada de errado duas meninas tomarem banho juntas, dormirem juntas, se trancarem no quarto, essas coisas, mas dois garotos nunca, um é o viado.
 
Outra coisa, que sempre falei, beijos entre mulheres é mais aceito que entre homens, até mesmo beijinhos no rosto. Normal entre mulheres, mas, um garoto,  cumprimentar seu amigo com um beijo no rosto, até o amigo vai falar, “ sai viado “. Um homem dá em cima de uma garota, e ela diz não, é que ela não está afim de você, essas coisas, nunca você vai pensar, ela é lesbica. Agora, um cara dá em cima de você é “ Sai pra lá, viado, tá achando que sou gay “. Serio, gay não é tão ofensivo quanto viado, tanto que, normalmente a resposta dada é essa, viado para ofender, e gay, para se colocar num posição de negação.
 
Também, já falei que, o mundo é dominado pelas mulheres, e só os homens não reconhecem isso, então, porque não me unir ao time que esta ganhando.
 
Estou ponderando sobre isso. Mas não quero virar uma lesbica masculinizada, que usa jeans, camisa polo ( Essa é uma clara identificação de lésbica ), mocassim e meia branca esportista, se virar farei mais o tipo lesbica dondoca, menininha, roupinhas da moda, piriguete, que os caras iriam babar mas, riria por dentro pensando “ se eles soubessem “. Ou seja, uma lesbica mulher.
 
Gay se classifica como como ativo o que penetra e passivo o que é penetrado, lesbica, se fizessemos essa classificação, seria, ativa a que toma a iniciativa, passiva a que se entrega ??? Afinal não há, supostamente, uma penetração. Tudo se baseia em toques, carinhos, e existem brinquedos, uma cinta peniana, um consolo duplo ( esses são os melhores ). Já o gay, carinho, pode até acontecer, mas, pode-se dizer, que é segundo plano, o que vale é gozar !!!!
 
Brincadeiras a parte, é algo pra se pensar…..
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vocês passaram a semana ??? Aproveitaram bem o feriado???
 
Acho que como falei a semana passada de roupas, essa semana, vou falar de sedução. 
 
Não não vou ensinar ninguém a seduzir ninguém, resolvi falar das coisas que me seduzem. O que faz eu gostar de estar com alguém.
 
Não vou falar de presentes, do cara trazendo flores essas coisas, acho que não sei se abraçaria o ramalhete, não tenho muito disso em mim. Mas tem certas coisas que se fazem realmente, me deixam de pernas moles….
 
Uma delas é ser abraçada por trás, comumente conhecida como ser encoxada, nossa, como isso é bom, gente!!!! Uma mão passando pela sua cintura, tipo, puxando para trás seu corpo, mas sem brutalidade. Sentir o P…duro atrás, mas tem que arrumar de jeito que dê pra sentir mesmo. Imagino as vezes, algo do tipo, Ele de pé, encostado em uma parede, me abraçando por trás, juro, sou do tipo que nessa hora, arrebita a bundinha e dá um jeito de se mexer, até ele encaixar no meio.
 
Outra coisa, quase uma variação, só que agora de frente pra ele, abraçada e sentir a mão, subindo pelas pernas entrando debaixo da saia e procurando a beira da calcinha, já falei que amo essa marca de calcinha, imagina como eu fico sentindo o dedo subindo e descendo por esse beirinha, esperando ele entrar… o dedo….
 
Mais coisas, de pé que me seduzem e me deixam mole, de pernas bambas, mesmo, sem mentir, Naquela encoxada de costas ai de cima, uma das mãos, entrando por dentro do soutian, e só mexendo nos peitinhos, sem apertar forte, enquanto a outra mão, desce para o meio das pernas e somente com o dedo do meio fica esfregando pra cima e para baixo, sem procurar nada, só fazendo isso…. Juro, se não cair sem forças nas pernas, no mínimo estarei já toda molhada…..
 
Mas chega uma hora, que de pé cansa, certo??? Então porque não sentar no chão, encostado em algum lugar e fazer com que eu deite nas suas pernas???? Ai vai do gosto virada pra você ou de costas, tudo depende do que quer fazer com as mãos….. Se for virada pra você, nada como deixar a minha boca em um lugar bem previlegiado, e o melher seria colocar as mão para cima, me deixando livre ali, para fazer o que eu quiser, agora se for de costas para você, o melhor lugar para minha cabeça ficar, e quase sobre sua barriga, o problema, é que ela iria acabar descendo, certo, e as suas mãos,??? Uma pousada, na minha bunda…..
 
Gosto de colo, sentar no colo, tanto de frente como de costas, de frente, se me agarrar no pescoço enquanto as mãos dele encaixam e abrem, depois é só deixar a gravidade fazer o resto, já de costas, quanto está tudo nos seus devidos lugares, ficar quietinha, jogar o corpo pra trás e mexer só um pouco, depois é claro deixar, ditarem o ritmo.
 
Gosto de dedos, que explorem meu corpo, sim, amo, e também gosto de retribuir, uma coisa que amo é me abraçar a um corpo nu, com uma lingerie de renda ou seda, e ir descendo para que ele sinta o toque da lingerie, sobre a sua pele, descer sentindo sua pele na minha,  beijando cada pedaço do corpo, sem pressa….
 
Amo ser guiada e ensinada…
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vocês passaram a semana ??? Não teve feriado na sexta, mas terá na segunda !!!!
 
Essa semana, estava olhando meus guarda roupa, assim como faço com as calcinhas, separo depois que lavo, e vou usando outras, assim, não repito uma por uns 3 meses, resolvi também, fazer o mesmo com as saias e vestidos.
 
Sempre que acabo mexendo no meu guarda roupa, me dá vontade de escrever sobre algum tema relacionado e, essa semana juntou com um email que recebi de um cara, não sei se ele me achou pelo blog, que falou que o sonho dele era, sentar numa cadeira e que eu ficasse andando na frente dele, tipo desfilando com as minhas roupas, enquanto ele se masturbava…. Só isso, esse era o sonho e o fetiche dele.
 
Roupas, realmente para muitos, são fetiches. Alguns mais elaborados outros nem tanto.
Espartilho, cinta liga, corpete, acho que está no topo da lista, já sapatos, sempre altos, saltos finos, essas coisas. Conheci um Japonês que, ele era do tipo dominador, e o prazer dele estava na humilhação e na feminilização. Pra ele não importava se o cara ela, liso, peludo, novo, velho, bruto ou delicado. O prazer dele estava em faze-los se vestirem com roupas femininas e “ humilha-los”. Era um cara, do tipo de apertar os bicos dos peitos até doer, de meter de uma vez e socar sem dó, dar tapa na bunda, pra marcar, essas coisas. E ele era precavido, no seu carro, tinha uma bolsa dessas de academia com tudo. Eu poderia dizer que ele lia muitos hentais, mas não sei, nunca perguntei, mas ele era legal, apesar dessa sua tara.
 
Outro que conheci, não era japonês (RS), o fetiche dele era usarem salto e uma camisa social masculina, aberta, mostrando o soutian e a calcinha. Ele falava que gostava de quando via em filmes isso e queria fazer igual.
 
Não vou falar das fantasias vendidas em sex shops, marinheira, estudante, gatinha etc, ou cosplay. Não nego que amaria, alguém com um uniforme de schoolboy, e eu de schoolgirl, para fazermos um cosplay igual aos hentais que traduzo, chama-lo de onii-chan, senpai ou sensei e ele me chamando de Onee-chan ou Nee-san….
 
Cd’s de uma forma geral, são mais abertas aos fetiches por roupas que as mulheres em geral. Essas tem as suas fantasias e fetiches também, mas roupas não. Mais fácil o não uso de roupas ( sair sem calcinha de saia ) do que o inverso, mas fazem, mais pra agradar….
 
Já cd´s não, quanto mais diferente a calcinha melhor, babadinhos, rendas, com ligas, aberta atrás, dessas de sex shop mesmo. Falo por mim, agora, eu tenho meus gostos e muitas calcinhas, mas uma boa parte são das simples e comuns, para o dia a dia. Acho que já falei aqui uma vez, sobre calcinha beje que é broxante, um cara falando que, pra ele, ir pro motel, e chegar lá e a menina estar de calcinha comum é mais excitante que uma que está produzida, pra ele, a que esta de calcinha comum, não saiu pra dar, já a outra, estava pronta pra tudo;
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


Olá Lindinhos e Lindinhas….
 
Como vocês passaram a semana ??? Pascoa, muito chocolate ? Mais um feriadão….
 
Enquanto em algumas semanas não aparece nada de bom para escrever, em outras em compensação vem um monte de coisas na cabeça, que nem dá pra pensar direito, a cabeça fica a mil e você fica pensando no que escolher….
 
As vezes, os assuntos se tornam repetitivos, mas acabo escrevendo de outra forma, sem perder o sentido e nem o que escrevi antes, mudou a minha forma de pensar….
 
Uma das coisas que me dá inspiração, normalmente são as perguntas que me fazem, tem de tudo, mas as vezes um assunto em questão, eu acabo achando que é de interesse para todos então acabo colocando aqui.
 
Essa semana, um dos assuntos que me chamaram atenção foi higiene, sim, não a básica, o banho diário, escovar os dentes, essas coisas, mas algo a mais que também está relacionado com o editorial dos sentidos que postei aqui.
 
Vou falar como passiva. Falo por mim, uma das coisas que me faz perder o tesão, é um pau sujo ou mal cuidado e homem, nesse ponto, é muito desleixado mesmo. Não falo que o homem, deve raspar os pelos do saco, mas os pelos aparadinhos baixo, dão, por assim dizer um destaque a mais. Um amigo, falou, se pelo não fosse importante, pra que teria??? Se formos ver pelo lado da importância, ele é uma proteção natural contra o frio e outras coisas, mas, hoje em dia, nem tanto, não existe mais essa necessidade de proteção natural, isso acontecia nos primórdio. ( Dizem que os homens das cavernas eram peludos por isso ) mas não estamos mais na idade das pedras, apesar de haver alguns brucutus, ainda andando por aqui ). Mas, estou me focando somente numa parte do corpo. Ali, bem limpo e cuidado é muito melhor. Homens não percebem, normalmente, mas aquela brincadeira “ como diz o frei caneca, o ultimo pingo é na cueca” é uma verdade, e por ali ficar, acaba ficando também nos pelinhos e o odor é forte demais. Tem quem gosta eu não. Hoje é raro homens com fimose, uma boa parte opera, outra parte não tem problemas em liberar a cabecinha, mas muitos esquecem da limpeza ali, então fica aquele sebinho horrendo e com um odor forte. Não digo, que se deve lavar o pau na pia, toda vez que se vai ao banheiro, mas nada como aprender com as mulheres, e quando der, passar um papel higiênico pra secar. E os que ainda tem a pelinha, porque não tirar a cabecinha de dentro da pele, assim o jato não vai molhar a parte interna e guardar as gotas de urina. Vivendo e aprendendo é claro. Quem (CD), usa calcinha, sabe que embaixo tem um forrinho de algodão, na maioria delas, um dos truques que aprendi, e como uso a virgula pra trás e pra baixo, é posicionar ali a “boquinha” e arrumar a calcinha, então, fica sempre sequinho e limpinho…. Para os homens que usam cueca ( alguns não usam ou preferem as samba canção ) deixar a ponta livre, ajuda muito. Mas, em troca, você tem que se cuidar também. Já falei aqui em enema, normalmente as pessoas fazem quando vão ter sexo anal, pra evitarem coisas lamentáveis, eu poderia dizer que pode-se incorporar isso como higiene intima. 
 
Não toda a vez que se for ao banheiro é claro…. mas diariamente, a cada dois dias, essas coisas. Para o sexo é muito bom… E passar um creme hidratante ali também é bom. Deve ser horrível, para o ativo, sair com alguém e ver que a pessoa não se cuida, deve ser broxante.
 
Quando falei sobre aparar pelos, até os das axilas é bom, a transpiração, dependendo da pessoa é forte e, os pelos seguram. Sem mentir, eu tinha um problema com isso, depois que comecei a tirar os pelos das axilas, acabou. Não digo que isso é a solução mas resolveu comigo, alem de cuidados básicos de um creme, desodorante, essas coisas. Cada pessoa tem um organismo e nenhum é igual ao outro, então as vezes o que serve pra um, não serve pra outros.
 
As mulheres, cuidam mais de suas partes intimas do que os homens, mas não que isso seja regra, então porque o homem não pode cuidar da mesma forma? Quando se é criança, é ensinado aos meninos, que como eles tem torneirinha, ele podem fazer xixi de pé, em qualquer lugar, guarda e pronto. Já as meninas não, se querem fazer xixi, tem que ser no banheiro, sentadinha, e quando termina, pega o papel e enxuga. Parece que se dá mais valor ao órgão genital feminino, que o masculino. A menina, sempre é mais limpa que o menino, é ensinada a se cuidar mais, e desde de pequena isso. Por que esse diferencial ???
 
Lendo alguns textos sobre como era a vida na idade média, apesar de não existir as facilidades higiênicas que se tem hoje, ainda assim, as mulheres se cuidavam mais. Acho que até, pelo fato da menstruação, elas precisavam disso, já o homem não, sempre bruto, desleixado.
 
Aqui, deve alguém se manifestar dizendo que se cuida. Que mantém os pelos aparados, o pau limpinho, mesmo que não seja quando vai sair com alguém. Pode até surgir comentários do tipo, “nunca se sabe”, mas se vocês pensarem direito, verão que normalmente, o que falei, acontece. O homem, acaba deixando em segundo plano de se cuidar. Agora uma coisa também tem quer dita, pra encerrar esse editorial da semana. 
 
Também é chato você sentir o cheiro e o gosto de sabonete de motel. Nossa, tem homens que entram no banho e acabam com aqueles mini sabonetinhos no pau, e não os estão usando pra lubrificarem nada, na realidade, querem deixar tão limpo aquilo para uso, que acabam exagerando e venhamos, é cheiro e gosto de lux quando é um motel razoável, pior são aqueles sebos que chamam de sabonete, impregna de tal forma que as vezes fosse melhor nem ter usado. Tudo tem seus limites, certo ???
 
Beijos enormes….. e tenham uma ótima semana
 
Liane Ferraz –  Lia-chan


et cetera